Make your own free website on Tripod.com

ORGANIZAÇÃO E SISTEMAS (JANEIRO /99)

PROFs. André Barros e Sérgio Barros

"MITRIDATIZAÇÃO - Um Processo Ubíquo* "

Mitrídates VI, rei do Ponto (Ásia Menor) foi educado na Grécia e, por isto mesmo, dominava vinte e dois idiomas. Seu temperamento e cultura grangearam-lhe aliados ras nações vizinhas contra o poderio militar romano.

Esse rei viveu num mundo em que o assassinato era comum e quase um expediente político reconhecido. Nas cortes o envenenamento era a voga. Temendo um atentado, fez um aprofundado estudo de venenos e antídotos, utilizando prisioneiros como cobaias, em seguida, ele mesmo foi pouco a pouco usando essas porções até tomar-se, segundo a lenda que circulava em Roma, 'mune a todas as espécies de veneno.

Vencido pelo general romano Pompeu, envenenou as esposas e os filhos e a ele mesmo. Em razão da sua imunização, o veneno não fez efeito. Teve então de pedir ajuda a um soldado gaulês, que o abateu com um golpe de lança.

O filósofo alemão Martins Heidegger dizia: o mais próximo é o mais difícil. A razão para esta assertiva talvez seja a de que, quanto mais próximos e mais repetitivos os fenômenos, fatos e atos ocorrentes, mais estar-se-á acostumado a eles e menos atenção ser-lhes-á dada. Esse processo termina por imunizar as pessoas em relação a esses fenômenos, fatos e atos. Em outras palavras, os indivíduos envolvidos nesse processo terminam por não mais perceber certas nuanças da realidade, às vezes fundamentais à normalidade de suas vidas.

A Administração, dada a sua ubiqüidade, faz crescer esse problema pela ineficiência que cria nos elementos organizativos, vez que os incapacita de perceber erros constantes em estruturas, comportamentos e processos onde estão envolvidos. Esse processo carreia ainda um outro problema - A necessidade de contratação de consultorias que, se por um lado são a mais eficiente forma para sanar os erros provenientes da mitridatização (os seus componentes não estão acostumados nem 'munes à percepção dos erros organizacionais), por outro, tentam vestir seus métodos de trabalho e seus padrões, sem o mínimo interesse pelas peculiaridades, particularidades e, principalmente, tipologia e cultura em qualquer das organizações objeto de suas atuações (contingências).

As mudanças resultantes dessas intervenções. enquanto incrementem a percepção dos envolvidos sobre os erros cometidos, contradizem, mais das vezes, suas personalidades organizativas. tornando-os improdutivos.

Torna-se ainda necessário ressaltar que o aspecto mais perigoso da mitridatização está no processo decisório, dada a possibilidade de ultrapasse de alternativas que deveriam ser analisadas, mormente o incompleto exame da escolhida, em razão dos vários aspectos que são deixados de lado pelo decisor mitridatizado.

Uma forma prática de verificar esse problema pode ser explicada no exame da figura em anexo. Faça o exercício, cujo o resultado lhe será oportunamente apresentado..

2 - Algo que está presente, ao mesmo tempo, em toda parte (Aurélio: 1957, 1234)